Blogueiras refazem o Caminho Farroupilha em busca de novos atrativos

Travessia São José do Norte. Crédito: Projeto Rota Farroupilha

Alexandra Aranovich, autora do Cafeviagem.com.br, Gardênia Rogatto, autora do Asperipeciasdeumaflor.com, Paula Brum, autora do Mochilinhagaucha.com.br e Roberta Martins, autora do Territorios.com.br, estão refazendo o Caminho Farroupilha em busca de novos atrativos na rota turística que explora a Guerra dos Farrapos no Rio Grande do Sul.

Charqueada São João. Crédito: Projeto Rota Farroupilha
Charqueada São João. Crédito: Projeto Rota Farroupilha

As quatro viajantes estão percorrendo, de carro, 17 cidades do Rio Grande do Sul e buscam, no caminho da Revolução Farroupilha, além da história, novidades e atrativos que possibilitem atualizar o roteiro para quem quiser fazer o Caminho dos Farrapos, completo ou parcial. Cafés, restaurantes, hotéis, pousadas e atrativos naturais estão entre os achados das quatro mulheres nessa viagem, bem como os já tradicionais museus e atrativos históricos e culturais por onde os Farrapos passaram.

Travessia São José do Norte. Crédito: Projeto Rota Farroupilha
Travessia São José do Norte. Crédito: Projeto Rota Farroupilha

O turismo do Rio Grande do Sul não vive apenas da Serra Gaúcha e seus inúmeros atrativos concentrados, principalmente, em Gramado, Canela, Bento Gonçalves, Caxias do Sul e seus arredores. Várias cidades do estado integram a rota turística chamada Caminho Farroupilha, explorada principalmente em setembro, quando os gaúchos comemoram a Semana Farroupilha. O movimento separatista, de 20 de setembro de 1835, que duraria 10 anos de batalhas, culminou com a retomada, em 1845, da então província de São Pedro do Rio Grande.

Matéria completa por Geraldo Gurgel no site turismo.gov.br.

Sobre Deco Rodrigues 6440 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*