Egressos da UCPel criam plataforma voltada a pessoas que necessitam de cuidados especiais

Foto: ucpel.tche.br

Com a Zelo, nova incubada do Centro de Incubação de Empresas da Região Sul (Ciemsul/UCPel), os idealizadores buscam unir essas pessoas com profissionais aptos à função de cuidadores.

Os egressos dos cursos de Direito e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Eduardo Moncks e Luã Caldeira, desenvolveram uma plataforma que busca facilitar a vida de pessoas que necessitam de cuidados especiais.

A ideia de criar a plataforma surgiu a partir da proximidade deles com pessoas que necessitavam de algum tipo de auxílio em decorrência de problemas de saúde. Dessa forma, segundo Caldeira, a empresa chega ao mercado com a intenção de ofertar serviços de cuidado com qualidade, contando com profissionais aptos para desenvolver as funções desejadas. “Muitas vezes quem cuida vive a vida da pessoa que necessita de cuidados. Queremos que todos vivam plenamente, por isso disponibilizamos quem faça este serviço”, complementa ele.

A facilidade de agendamento a qualquer hora, a possibilidade de pagamento no cartão de crédito, oportunidade de avaliação do serviço prestado, bem como do profissional escolhido, e um banco amplo de trabalhadores são alguns dos benefícios obtidos com a contratação dos serviços através da internet.

O número acentuado de idosos é outro fator que favorece o projeto. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tinha 24 milhões de idosos em 2013, sendo esse o público mais propício a utilizar o serviço de cuidadores. No cenário trabalhista isso representa o crescimento em mais de 500% desses profissionais.

E a Zelo é mais uma prova disso. A empresa está na fase de selecionar os profissionais. Conforme explica Caldeira, inicialmente as oportunidades serão voltadas para cuidadores e profissionais e estudantes da área de enfermagem.

Na sequência, a ideia é ampliar o quadro para babás, educadores físicos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, entre outros. Interessados em ocupar as vagas disponíveis devem enviar currículo para zelo.plataforma@gmail.com.

O lançamento da primeira versão da Plataforma Zelo está previsto para abril de 2020. De acordo com eles, o apoio da equipe do Ciemsul foi fundamental para o desenvolvimento da Plataforma Zelo. “O suporte oferecido foi essencial para que pudéssemos colocar em prática aquilo que estava somente no papel”, menciona Moncks.

Redação: Kerolin Lulhier
Fonte: ucpel.tche.br

Sobre Deco Rodrigues 6166 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*