Pelotas Parque Tecnológico apoia 4all Tecnologia em projeto de doação no combate ao COVID-19

Uma campanha da empresa 4all Tecnologia em parceria com o Pelotas Parque Tecnológico está unindo esforços na luta contra a pandemia do COVID-19.

O projeto SOMA foi criado pela empresa residente no Pelotas Parque para arrecadar doações a instituições que já realizam trabalhos sociais e voltados à saúde, como o Instituto do Câncer Infantil de Porto Alegre e o Instituto de Menores Dom Antônio Zattera, em Pelotas.

As doações podem ser realizadas através do site do projeto a partir de valores entre R$ 5 e R$ 50 para a entidade escolhida. O pagamento acontece diretamente na plataforma e pode ser realizado por cartão de crédito, boleto bancário ou transferência. O objetivo é que o valor arrecadado para cada ação apoiada possa suprir gastos especialmente com alimentação e também higiene para reforçar a prevenção ao novo coronavírus.

Entre as opções de ajuda estão ainda o Movimento Por uma Infância Melhor, Centro de Promoção da Infância e da Juventude em Porto Alegre, Fundação O Pão dos Pobres, entre outras. A atenção aos idosos, que estão no grupo de risco da doença também não foi esquecida: é possível doar para financiar álcool gel e máscaras aos idosos do Asilo Padre Cacique, na capital gaúcha.

Em Pelotas, o Instituto de Menores Dom Antônio Zattera recebeu o apoio do projeto no momento certo. Segundo Coordenadora do Instituto, Patrícia Dutra Frank, são atendidas normalmente 236 crianças, e durante a pandemia a ideia é distribuir cestas básicas às famílias em situação de extrema necessidade, mas observou-se que a necessidade era maior. “Muitas outras pessoas dos arredores estão precisando de alimentos e produtos de higiene e passamos a cadastrar elas também para receberem doações, por isso a ajuda do projeto da 4all e do Pelotas Parque vai fazer toda diferença para nós”, explica. Além do instituto, em Pelotas é possível doar também para a campanha Pelotas pela Vida.

A Diretora Executiva do Pelotas Parque Tecnológico, Rosâni Ribeiro, destaca a gratidão às empresas do empreendimento que estão criando ações solidárias. “É nossa responsabilidade também apoiar ações tão incríveis como a da 4all, pois sabemos que a união de esforços é o que pode fazer a diferença agora”, afirma ela, acrescentando que na próxima semana o Parque também lançará um programa de auxílio financeiro às empresas e sociais à comunidade da região.

Sobre o Pelotas Parque Tecnológico
O Parque, criado oficialmente em 2016, é gerido pela TECNOSUL – Parque Científico e Tecnológico, uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado, caráter científico, tecnológico, educacional e cultural. O parque possui um Conselho de Administração (Consad), eleito a cada três anos, e atua em três grandes áreas nas quais o município já se destaca como polo: tecnologia da informação e comunicação; tecnologia em saúde e indústria criativa.

Atualmente, 63 empresas atuam no Pelotas Parque Tecnológico, sendo 23 instaladas nas áreas geridas pelo Parque, sete no coworking, 15 incubadas, 18 pré-incubadas. Entre as incubadoras estão a Conectar, Incubadora de Base Tecnológica da UFPel; CIEMSUL, incubadora de empresas multisetorial da UCPel e SENATEC, destinada às empresas júnior. Ainda, existem 23 instituições parceiras. O Parque oferece espaço coworking, com área gastronômica para 55 pessoas, auditório para 230 pessoas, duas salas de reunião e capacitações e estacionamento para 65 carros. Ao todo, o Pelotas Parque gera 267 empregos diretos e 638 indiretos.

Facebook
Instagram
LinkedIn

Fonte: Reverso Comunicação Integrada (Conrerp/4ª PJ116)

Sobre Deco Rodrigues 6381 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*