Consultoria gaúcha de SEO e Analytics projeta faturamento acima de R$ 2,4 milhões em 2022

Lume
Lume

O investimento das empresas em estratégias de marketing digital é uma tendência que não deve parar tão cedo. De acordo com a pesquisa mundial 2022 Marketing Investment Forecast, publicada pela Forrester, os valores investidos em ações de marketing devem crescer pelo menos 30% até 2025.

As empresas brasileiras já sentem esse cenário positivo, como é o caso da Lume, que fechou o primeiro semestre de 2022 com 15 novos negócios e oito renovações de parcerias. A expectativa até o final do ano é de um faturamento acima de R$ 2,4 milhões.

Anderson Fagundes, CEO da Lume

Anderson Fagundes, CEO da Lume, cita que a empresa deve encerrar 2022 com 40 novos projetos. Em 2021, o crescimento havia sido de 135% com um faturamento superior a R$ 1,2 milhão. Os números se refletem no quadro de colaboradores: em 2020 eram seis profissionais, enquanto que em 2022 já se somam 20.

O destaque também é no portfólio de clientes, que agrega marcas gigantes do mercado, como Unicred, Pormade, GZH (Grupo RBS), Electrolux, Lojas taQi, Iplace, Mercado Eletrônico, ESPM, Voe Livre, All Things Hair e Recepedia (grupo Unilever). Parcerias antigas foram renovadas com a Panvel, AutoNext, Piccadilly, Superlógica, Madesa e Grupo AMC, responsável pelas marcas Colcci, Forum e Triton.

O que explica esse bom resultado é um conjunto de fatores, mas Anderson Fagundes destaca o momento positivo do mercado. “As empresas estão começando a entender cada vez mais a diferença que uma estratégia de SEO pode fazer nos resultados dos negócios, por exemplo. O nosso trabalho também é muito educativo dentro do que propomos, e isso tem dado certo”, explica.

Recentemente, a Lume publicou o e-book “As 10 melhores práticas de SEO para e-commerce” em parceria com o influenciador Alfredo Soares, sócio da VTEX e co-fundador do G4 Educação.

Capacitações são um diferencial

A Lume aposta em um modelo que tem trazido bons resultados para a empresa e os clientes: o foco nos treinamentos e capacitações. As equipes atendidas aprendem desde conceitos mais básicos sobre SEO até os níveis mais complexos, além de conhecerem sobre o uso do Google Analytics. Essa proposta é muito praticada fora do país e ajuda a potencializar os resultados, fazendo com que os clientes compreendam a importância do que está sendo implementado e criando uma cultura interna que faz toda a diferença nos resultados esperados.

“Com os treinamentos não conduzimos somente um projeto com o cliente, mas criamos um ecossistema de educação e conhecimento”, explica Anderson Fagundes. No primeiro semestre de 2022 foram mais de 12 capacitações, impactando cerca de 200 profissionais em diferentes clientes e segmentos.

Além dos treinamentos, a empresa tem investido no networking. Ao longo do ano, a Lume participou de eventos importantes nas áreas de inovação, tecnologia e empreendedorismo. Entre eles o South Summit, que ocorreu em Porto Alegre, o VTEX Day, em São Paulo e, em junho, o SMX Advanced e o SEO for Ukraine, ambos online, além do Varejo & Digital Commerce Xperience da StartSe, em São Paulo.

A agenda segue movimentada no 2º semestre, com participações no Fórum E-commerce Brasil, em São Paulo, StartUp Summit, em Florianópolis, e o Digitalks, em São Paulo.

Lume
Lume

Mercado aquecido e Google Analytics 4

Anderson Fagundes acredita que a expectativa do mercado para os próximos meses é positiva, principalmente porque vê mais maturidade em relação às estratégias de SEO. “Desde o ano passado estamos experienciando uma ‘inflação’ nas mídias pagas e uma concorrência muito grande. É um inventário cada vez mais concorrido e, consequentemente, mais caro. Isso faz com que as marcas busquem outras soluções, dentre elas o tráfego orgânico”, avalia.

Um tema que está em alta é o Google Analytics 4, que vai exigir mudanças internas nas empresas. A data de transição anunciada pelo Google é 1º de julho de 2023, e até lá todo o mercado deve estar operando plenamente em Analytics 4. Anderson explica que aqueles que já estão se preparando saem na frente e começam a capturar dados e reunir meses de históricos para comparações futuras com um plano de migração. “A nova ferramenta é completamente diferente da atual, bem mais complexa, e vai demandar uma educação praticamente do zero para o uso e a análise dos dados”, explica.

As mudanças também trazem outro desafio, desta vez para atrair e reter os melhores talentos em SEO e Analytics. Com o crescimento da empresa, a Lume também investiu para criar uma cultura forte e um ambiente de trabalho agradável, construindo a base para projetar novos números em 2023.

Lume

Criada em 2014 para prestar consultoria a empresas e agências digitais no planejamento e execução de projetos de SEO e Analytics. Com oito anos de mercado, Lume entrega serviços de excelência em SEO e Google Analytics, com cases como a Panvel, Superlógica e Piccadilly. Somente neste ano, a empresa já soma mais de 7 milhões de sessões orgânicas e mais de R$ 12 milhões em receita orgânica entre os clientes de e-commerce.

Facebook
Instagram
Linked In.

Fonte: Reverso Comunicação Integrada

Leia também: Festival Internacional Sesc de Música 2023 divulga abertura de inscrições

Sobre Deco Rodrigues 6777 Artigos
Jornaleiro do Metaverso, Editor, gestor de conteúdo, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*